Gênio Criador Editora

Objeto já foi apontado como a melhor invenção do século 20 em pesquisa realizada nos Estados Unidos pelo MIT, em 2003

Por Danilo Moreira

Ao contrário do que o senso comum imagina, a criatividade não envolve apenas robustas e sofisticadas inovações tecnológicas, mas também está presente em simples objetos que fazem parte do nosso dia a dia e são indispensáveis. Em janeiro de 2003, o Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos, publicou um estudo curioso, na qual mil adultos e 400 adolescentes americanos opinaram sobre qual a maior invenção do século 20. Para quem esperava que fossem mencionar o computador, a internet ou o celular, itens cada vez mais indispensáveis para o nosso dia a dia, o resultado surpreendeu: a maioria, ou seja, 60% do primeiro grupo e 54% do segundo responderam que a escova de dente é o grande invento do século passado. Mas, afinal, como e quando este item tão essencial para a nossa saúde oral foi inventado?

Aulas on-line gratuitas abordam conteúdos de forma criativa, fornecendo embasamento e auxílio na preparação para as provas

Por Danilo Moreira

Prestar o exame vestibular é um momento especial. É um investimento que demanda tempo e principalmente uma boa preparação. É hora de se dedicar à leitura e prática de conteúdos que você viu (ou não) no Ensino Médio. Mas, para alguns, o desafio de ficar horas debruçados sobre livros pode ser um tanto maçante, inclusive pela falta de um dinamismo que pode ser muito útil no aprendizado e tornar esta fase intensa de estudos mais divertida e produtiva.

Nos últimos anos, professores têm buscado romper com o modelo de escola tradicional e apostado em novas tecnologias. Encontraram na internet uma ferramenta que possibilita formas inovadoras de transmissão de conhecimento, sendo o YouTube a plataforma mais representativa desse novo formato de ensino. O resultado é um grande cenário de videoaulas divertidas, criativas e com interessantes abordagens alinhadas com questões atuais. O formato se consolidou entre estudantes e, atualmente, é possível encontrar canais com milhões de seguidores e visualizações.

Projeto criativo de mestrando conceitua experiência direta com a imagem, além de unir decoração e praticidade

Por Danilo Moreira

Imagina que você, ao visitar uma pessoa querida, se depara com um item decorativo pendurado na parede do apartamento dela. A anfitriã acha indelicado que fique em pé, mas não há mais cadeiras no local. Qual solução ela encontra? Despendura a peça, desdobra e a coloca no chão, e em um piscar de olhos, o objeto se transforma em um banquinho pronto para sentar. Interessante, não?

Essa ideia que mistura ilusão de ótica, arte, conceitos sobre a imagem e muita criatividade foi desenvolvida pelo designer coreano Jongha Choi. O artista criou banquinhos dobráveis que podem ser pendurados na parede, e se transformam em curiosas peças decorativas. O projeto, intitulado De-Dimension (ou, em tradução literal, “desdimensão”) faz parte de seu mestrado na Academia de Design de Eindhoven, na Holanda.

Iniciativa vem de projeto que estimula o potencial criativo e empreendedor das internas, gerando esperança e inclusão social

Por Danilo Moreira

Um projeto interessante tem proporcionado um novo direcionamento às vidas de mulheres em detenção no Pará. A Cooperativa Social de Trabalho Arte Feminina Empreendedora (Coostage), grupo de trabalho formado por detentas, lançou recentemente uma loja virtual no Instagram para vender artesanato. O perfil, chamado Coostafe, disponibiliza o catálogo de produtos desenvolvidos cuidadosamente pelas empreendedoras. As entregas são feitas em todo o Brasil.

Produto biodegradável é feito com resíduos de trigo e cevada, resultantes do processo de fermentação da cerveja

Por Danilo Moreira

Os anéis plásticos que ficam presos no topo das latas de cerveja são uma forma prática de armazenar as bebidas. Além do problema do descarte incorreto das latinhas, boa parte dessas embalagens também deixa de ser reciclada e vai parar nos oceanos. Muitos animais como peixes e tartarugas marinhas se enroscam ou comem estes materiais, que bloqueiam o aparelho digestivo e provocam a morte.

Com o objetivo de reduzir esse problema, a marca de cerveja artesanal norte-americana Saltwater Brewery desenvolveu uma embalagem comestível com capacidade para comportar até seis latas. Feito a partir das sobras de trigo e da cevada resultantes do processo de fabricação das cervejas, o produto é 100% biodegradável e contém resistência necessária para o armazenamento das latas.

Seja um Gênio você também!

Busca